• Fox IoT

Smart Metering, Telemedição ou AMI?

A Telemedição, Smart Metering ou AMI (advanced metering infrastructure) são todos termos usados para a atividade de leitura remota dos dados dos medidores de energia.

Ela facilita o acesso aos dados disponibilizados pelos medidores sem que um operador ou leiturista se desloque até a unidade consumidora. Isso facilita a operação da distribuidora de energia, diminui os riscos para as equipes de campo e ainda traz uma enorme vantagem aos consumidores, como a previsibilidade de gastos ao saber do seu consumo instantaneamente.


Com o avanço da implantação de Smart Meters (Medidores Inteligentes) a medição remota acontece quase que nativamente, visto que esses medidores já tem uma saída de comunicação padrão. Porém, no Brazil há quase 90 milhões de Unidades Consumidoras ativas no Grupo B, já imaginou o tamanho do investimento necessário para troca de todos os medidores? E é por isso que esta mudança vem acontecendo gradativamente.

Para que a telemedição funcione é necessário a existência de 3 pilares básicos, sendo eles: hardware, comunicação e software. O hardware está presente no medidor e na interface para a comunicação, e aqui classificamos em dois tipos: NIC e Remota. O NIC (Network Interface Card) é um dispositivo padrão que é inserido dentro dos medidores para fornecer comunicação a este, na maioria dos casos sem fio, mas também pode ser PLC (Power Line Communication). Já a remota é um dispositivo externo que é acoplado ao medidor via a porta óptica ou serial, ela permite que medidores que não tenham opção de inserir um NIC também tenham comunicação.


A comunicação é o elo dos dados dos medidores até o MDC (Meter Data Collection) e o MDM (Meter Data Management), dois software responsáveis pela coleta e gestão dos dados.


Após a coleta destes dados, seu uso é amplo, podendo ser usados para faturamento (o mais frequente), mas também para outras ações como análise de qualidade, localização de perdas, ações de eficiência energética e muito mais.


A imagem a seguir ilustra de maneira geral como é toda esta estrutura:



Todos os nossos trabalhos tem sido feito para que a Telemedição seja implantada de maneira mais eficiente possível no Brasil, para que assim realmente possamos chamar de "Smart Metering". Contamos com remotas para comunicação com os mais diversos medidores no padrão PIMA e ABNT 14522, além do uso de diversos sistemas de comunicação como LoRaWAN e GSM, e por fim um sistema que inclui MDC e MDM, gestão dos dados, monitoramento, automação de corte religa, integrações por API, e tudo isso sem precisar instalar nada nos servidores das distribuidoras, pois nosso sistema é 100% em nuvem.


Ficou interessado? será um prazer apresentar melhor como temos trabalhado para solucionar este grande desafio que envolve a medição de energia no Brasil.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo